Dor no joelho pode ser condromalácia; entenda

A condromalácia é responsável por cerca de 80% das dores nos joelhos. Trata-se de um amolecimento da cartilagem localizada atrás da patela, o osso que fica na frente do joelho. O desgaste leva a um processo inflamatório que, a longo prazo, provoca muitas dores no paciente.

Uma das principais causas é o envelhecimento. “Quem tem mais de 30 anos deve ficar atento, principalmente caso pratique atividades físicas com desaceleração, como a corrida, por exemplo”, explica Claudio Kawano, ortopedista e traumatologista especializado em cirurgias de joelho.

Outro fator é a sobrecarga mecânica, quando a cartilagem não dá conta de suportar o peso acima da patela. “O sobrepeso tem um papel importante nisso, assim como os exercícios com muito impacto, como agachamentos”, afirma o fisioterapeuta Cadu Ramos.

O problema degenerativo começa com um leve desconforto na parte interna do joelho e é agravado por movimentações que exigem muito da articulação. Outra queixa comum são os estalos, barulhos incomuns que o joelho faz ao se levantar ou andar. Normalmente, a dor só aparece quando a lesão já está mais avançada.

Depois de procurar um ortopedista, o diagnóstico é feito a partir de um exame clínico e uma ressonância magnética. A maioria dos casos são não-cirúrgicos e podem ser corrigidos com fisioterapia e infiltração de ácido hialurônico, que atua como um lubrificante para a articulação. Também é importante identificar a causa da lesão e, caso seja necessário, ajustar o volume e a técnica dos treinos físicos.

“Não há cura para a condromalácia e a maioria dos pacientes conviverá com ela pelo resto da vida, mas sem dores ou outros sintomas”, diz Kawano. Isso ocorre porque ainda não há meios conhecidos para restaurar a cartilagem desgastada. “Depois do tratamento, é interessante fazer exercícios de fortalecimento muscular com acompanhamento adequado”, reforça Ramos. A prática ajuda a reabilitar a região e dá mais autonomia ao paciente.

fonte: Revista GQ, escrita por Alice Padilha
imagem: Littlemiss1, de envatoelements



Whatsapp